domingo, 27 de outubro de 2013

carrega contigo a esperança.

na multidão sigo o vento
 é leve manso, traz tristezas
e ao longe ouve-se
 o apito do velho trem.
longe da  civilização.
 os tiros e os gritos da guerra
que nunca terá fim....
tão perto de ti,está
 o homem com aspeto de mendigo.
 é sábio e é meu amigo
desenha com suavidade
o rosto de Deus,
 está descalço
 ajoelhado no chão
é um mestre!!!
é esguio, e traz beleza
tem os dias cravados no rosto
e arrasta consigo a multidão
e a sua serenidade libertará
quem tem a alma cansada
o coração oprimido
e enche de fé o teu mundo
para ires mais além
da tristeza que trazes contigo.!