segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

ser menina e ser mulher.

não percorres nenhum caminho
não corres não vais a traz...
ou talvez vá!
procuras na vida, reciprocidade eterna.
existe!
-era uma vez uma menina
que queria ser bailarina
pintar sorrir e sonhar.....
quando chegou a meio do caminho...
parou e pôs-se a pensar!
porque permaneço neste universo?
porque existo?
chorou, implorou e louvou a Deus!
e fui feliz, mas....
tantas perguntas a cercavam.
leu livros para entender!
cresceu e mais tarde entendeu.
permanência e sublime entendimento!
aprendeu mais com os maus....
mas os seus maiores professores
foram os livros, esses amores!
e aqui insiste...
em lidar com a arrogância
de quem não vê o lado humano da vida!