sexta-feira, 17 de abril de 2015

não era para chorar!

encontrei-te na rua
numa noite de alegria
não era para chorar...
ia apenas contemplar o céu!
a cor mágica me acolhia...
havia estrelas...era noite...
e parecia resplandecer o dia.
ia só olhar a lua,escrever no luar!
recitar meus versos de amor
ao encontro de tal resplendor...
e louvar a vida!
olhar e ver através da alma...
refletir com os seus espelhos
que são a raiz do pensamento....
e num cruzar de olhares
nem pensei...
talvez o sonho viesse a mim
sem ter que enganar a tristeza escondida,
mas com quantos enganos
nos enganam na vida!