sexta-feira, 6 de setembro de 2013

amor á vida

e eu que pensei....
na liberdade
de sonhar acordada
a dormir só vejo
feras bravas
sonhos bizarros
demónios á solta
e nada...de contos de fadas!
vida malvada que esperou por mim
saga maldita
encontros do nada
demónios sem fim
e eu....
que não sou da guerra
meteram-me nela
e não me dão trégua
promessas de ouro
peças de marfim
se não amasse a vida
o que seria de mim....!