sábado, 7 de setembro de 2013

belo mortal

e tu belo mortal!
que estás debruçado á janela
o que esperas?
ventos tempestades
dias de mudança?
vem avança
desfruta comigo
desta imensidão
partilha comigo
o regresso dos heróis
levados para a guerra
eterna coragem
tem esses seres
eternas batalhas
enfrentaram um dia
são presságios da alma....
paradas as armas
lançadas as medalhas
vamos juntos ajuda-los
a amarem-se novamente.