quinta-feira, 24 de outubro de 2013

poucos sabem, « acolher flores».

sou criança desgarrada
e me perdi dos teus braços
sou criada sem amor
porque de mim cortaram laços
por onde vivo e passo
escuto coisas com atenção
á mulheres que querem um filho
e não podem tê-lo não!
e tu porque me deixaste?
assim quase ao abandono
sou criança sem amor
e também não tenho dono
vivo onde Deus quer
e um dia serei mulher
mas te digo com certeza
 que amor existe  sem fim....
e se um dia for mãe!!!
 jamais farei, o que me fizeram a mim.
e não vos guardo rancores
porque o mundo é mesmo assim
poucos sabem acolher flores....
e não as querem no seu jardim.