quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

amo a vida.

construí sonhos em cima de sonhos,
sonhos construídos sobre muralhas
sólidos como castelos,
e sonhei!
 forcei mil e uma vez o sonho
e tentei ensinar a sonhar!
mas... o sonho era só meu
e acabou por se desmoronar!
 não ficou pedra sobre pedra,,,
foi como um castelo de areia
 na beire do mar!
contra o tempo e a maré
continuei a lutar!
mas a luta foi em vão
nada ficou para salvar!
saúdo a Deus e aos meus
que em tempo de  tempestade
sempre me vierem amparar!
pelos vosso amor
e pelo meu.... amo a vida!