quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

na longa estrada da vida.

Ai o que seria de mim!
se não soubesse voar
ai o que seria de mim...
 se não soubesse colher o meu pólen
 e pernoitar no jardim
correr, viver de alegrias,
o que seria de mim!!!
das amarguras da vida
também se colhe flores!
também se cativa o cativo
e se colhe amores!!
amor teu amor meu
amante prefeito da vida!!
diamante por lapidar
escolha eterna nascida!!!
no escuridão da noite
na longa estrada do dia!