quarta-feira, 10 de setembro de 2014

onde mora o amor

é na pequenez de um olhar....
num místico e breve sorriso,
que está a imensidão do amor,
o dom de alimentar a vida!
não no valor da carteira
que transporta um doutor.
mas sim.....
nas margens de um enorme coração!
é a expansão da humanidade....
movida a vapor, lágrimas e suor!
a nobreza está na alma
carregada de emoção...
não só no diploma moldurado,
à vista da multidão!
não podemos ser todos doutores...
dá valor à humanidade
não menosprezes o homem,
senão.....
quem te cobria do relento?
quem matava tua sede
e amassava teu pão?
já sacias-te tua fome.....
haja amor, no coração!