quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

a nublina desce e vesse a agitação do mar.

que a minha insanidade
 não me leve à loucura,,,
que a minha loucura
me leve ao perdão!
 que o meu perdão
não me leve novamente à desilusão,
que a minha desilusão
 não provoque tristeza...
que a tristeza não leve à discórdia
que a discórdia não me crave
um punhal no peito!
 não me leve ao sofrimento
e que o meu sofrimento
não faça derramar lágrimas,
por ferir corações!
que o meu coração vá em frente,,,
mas,,, que seja sempre prudente...
que não se livre de algumas loucuras....
porque todos um dia,
derramam lágrimas, soltam gargalhadas
e sofrem como eu!
e ficam como eu....
com o olhar envolto em nevoeiro!
o rosto salgado de tanto chorar.
formaremos sempre, um eterno mar!
seremos sempre eternos amantes....